43 PESQUISA – SEMINÁRIO IMIGRAÇÃO E IDENTIDADE NA UFPR

Revista MEMAI em parceria com a UFPR e a Livraria Vertov organiza o seminário “Imigração e Identidade”, com os pesquisadores Jeffrey Lesser (Emory University) e Alexandre Kishimoto (Antropologia da USP).

Advertisements

A  revista MEMAI, em parceria com o Departamento de Ciências Humanas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a Livraria Vertov organizam o seminário “Imigração e Identidade”, no qual os pesquisadores Jeffrey Lesser (Emory University)  e Alexandre Kishimoto (Antropologia da USP) conversam com o público sobre suas pesquisas e livros, na próxima quarta-feira (08),  a partir das 15h30 min, no anfiteatro 1000, do Edifício D. Pedro I (Reitoria).

JeffrreyLesser

Jeffrey Lesser ocupa a Cátedra de Estudos Brasileiros na Universidade Emory, em Atlanta, Estados Unidos, e é professor visitante do Instituto de Estudos Avançados da Universidade de São Paulo. É autor de muitos livros publicados no Brasil, incluindo três premiados internacionalmente: “Uma Diáspora Descontente: Os Nipo-Brasileiros e os Significados da Militância Étnica”, 1960-1980 (Paz e Terra, 2008), “A Negociação da Identidade Nacional: Imigrantes, Minorias e a Luta pela Etnicidade no Brasil”, (Editora Unesp, 2001) e “O Brasil e a Questão Judaica: Imigração, Diplomacia e Preconceito” (Imago Editora, 1995).

Kishimoto01Alexandre Kishimoto é mestre em Antropologia Social pela Universidade de São Paulo, pesquisador especialista em cinema e antropologia. Autor do lvro “Cinema Japonês na Liberdade”, integra o Grupo de Antropologia Visual da USP e atua em projetos culturais e educativos em coletivos como a Associação Cultural Cachuera! e o Núcleo Hana de Pesquisa e Criação Teatral.

O evento será mediado pela jornalista Marilia Kubota e conta a participação dos professores Karina Bellotti, do Departamento de História da UFPR, Márcio de Oliveira, do Departamento de Sociologia e Mônica Okamoto, do Departamento de Letras. O Edifício D. Pedro I fica na Rua General Carneiro, 460.

NOTÍCIA | UFPR E TENRI PODEM FIRMAR CONVÊNIO

A Universidade Federal do Paraná (UFPR) pode estar prestes a firmar um convênio com a Universidade de Tenri, no Japão. Na última quarta-feira (14), um primeiro contato foi feito entre o reitor Zaki Akel Sobrinho e o professor Yoshikazu Yomochi, da Universidade de Tenri,  para aproximar as universidades e estabelecer um possível termo de cooperação. O reitor ouviu do professor Yomochi a proposta de um convênio que inclui intercâmbio ─ intelectual e cultural ─ de alunos e professores das duas universidades.

A sugestão da parceria surgiu da universidade japonesa, que pretende reformular seu curso de graduação em Língua Portuguesa até 2015 e ampliar a formação de alunos do Departamento de Estudos Brasileiros, fundado há mais de 20 anos. Apesar do contato ter sido feito pelo Departamento de Letras, pelo  professor Luis Gardenal, os intercâmbios podem se estender para outros cursos e também para uma área de tradição da Universidade de Tenri, o esporte. Da universidade japonesa, já saíram três campeões olímpicos de judô.

Para o reitor Zaki Akel, além de enviar e receber intercambistas, a parceria “dá continuidade ao processo de internacionalização da nossa Universidade”. Com início previsto para depois de 2015, o Termo de Compromisso deve ser assinado no ano que vem com uma visita do reitor da Universidade de Tenri à UFPR.

NOTÍCIA | UFPR PROMOVE CURSO DE TEATRO NÔ

Funabenkei() © Toshiro Morita
Cena da peça Funabenkei .  Foto:   Toshiro Morita

Neste sábado (15) começa o curso Teatro Nô – Tradição e Modernidade, promovido pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), através do Departamento de Letras Estrangeiras Modernas (Delem).  O curso  é gratuito, tem 45 horas, é orientado pelas professoras Laura Tamaru e Márcia Namekata e vai até 28 de setembro, com aulas inclusive no mês de julho, em Curitiba.

O curso pretende divulgar  arte do Nô, contemplando os seguintes aspectos: histórico do Nô e de suas características (personagens, classificação das peças, aspectos formais – elenco, palco, instrumentos, máscaras -, entre outros);  análise das principais peças do cânone: versão original, versão moderna (quando houver), base literária;  apresentação das peças de Nô modernas;  estratégias de divulgação das peças de Nô tradicionais: o mangá;  o Nô e o teatro ocidental.

Laura Tamaru é professora de língua japonesa no Celin há 27 anos, possui curso de especialização no Japão sobre teatro Nô (o tema do curso em questão), tendo frequentado aulas na Companhia Kanze de Nô, em Tóquio (2004), uma das mais tradicionais do país, datada do século XIV. Márcia Hitomi Namekata é  mestre em Língua, Literatura e Cultura Japonesa pela USP e doutora em Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP. é professora da área de Língua e Literatura Japonesa da UFPR. No momento, dedica-se também a pesquisas sobre o teatro tradicional japonês.

As  aulas serão de 9h30 min às 12h30min, na Rua General Carneiro, 460, sala 505. Serão fornecidos certificados para os que tiverem mais de 80% de presença. As inscrições podem ser feitas pelo email teatronohufpr@gmail.com, enviando nome completo, telefone, email ou no primeiro dia do curso.