NOTÍCIA | CONCURSO YOSHIO TAKEMOTO AINDA INSCREVE

27noticiaimagem03Continua aberto até o dia 15 de outubro o 31o. Concurso Literário Yoshio Takemoto, promovido pela Associação Literária Nikkei Bungaku, nos gêneros haicai, poesia, conto, tradução de Japonês para o Português e mais sete categorias, apenas em língua japonesa: tanka,  haiku,  shii, shôosetsu, zuihitsu,  senryu, tradução de um texto literário da língua portuguesa para a língua japonesa.  Nesta edição há um novo desafio, a tradução de um conto  da língua japonesa para a língua portuguesa:  Tenguwarai , do escritor Toyoshima Yoshio.

Há prêmios em dinheiro para Conto (R$ 700 e R$ 300 – menção honrosa) e outras categorias (R$ 500 e R$200 – menção honrosa). O júri é formado por renomados professores de língua e literatura japonesa: Meiko Shimon (Coordenadora),  Neide Hisae Nagae (USP),  Andrei Cunha (UFRGS) e Sonia Ninomiya (UFRJ). O regulamento do concurso pode ser acessado aqui.

NOTÍCIA | HIROSHIMA E NAGASAKI EM LONDRINA

Uniforme militar doado pela família Kato estará em exposição.

 Uniforme militar doado pela família Kato em exposição. Foto: divulgação.

Nesta quinta-feira (10), a partir das 20h30 min, abre a exposição  Hiroshima e Nagasaki (1945 – 2013), nas Salas de Mostra Temporária do  Museu Histórico de Londrina. A mostra é promovida pelo Departamento de História e a Pós-Graduação em História Social da Universidade Estadual de Londrina e o Memorial Kimura.

Antes da abertura da exposição, às 19h30, acontece a mesa redonda Sobre Homens, Armas e Guerras: os bombardeios nucleares a Hiroshima e Nagasaki, tendo como palestrantes Sidnei Munhoz (UEM), que abordará o tema Os bombardeios Nucleares a Hiroshima e Nagasaki: último ato da Segunda Guerra Mundial ou primeira declaração de Guerra Fria? e   Francisco César Alves Ferraz (UEL), com o tema Escolhas morais na Segunda Guerra Mundial.

A exposição, vinda de Maringá, permanecerá no Museu Histórico por aproximadamente um mês e depois seguirá para São Paulo. O objetivo dessa mostra é promover a cultura da Paz e a não proliferação de armas nucleares e também lembrar às pessoas dos efeitos da radioatividade. Composta por coleção de imagens tiradas por iniciativa das cidades de Hiroshima e Nagasaki e peças do acervo do Museu Histórico relativas à Segunda Guerra. Um dos destaques da exposição é uma indumentária, doada na década de 80 ao Museu Histórico, pela família Kato. Esse uniforme foi usado por um soldado da Força Expedicionária Brasileira – FEB, de origem japonesa.

Hiroshima e Nagasaki foram as primeiras cidades a experimentaram os horrores de um ataque nuclear e foram imediatamente destruídas. Além disso, os efeitos da radiação emitida pela bomba atômica são observados ainda hoje.

Para convidar à reflexão acerca dos bombardeios atômicos e o estado atual das questões nucleares, bem como sobre a abolição de armas nucleares, as cidades de Hiroshima e Nagasaki organizaram a coleção Hiroshima-Nagasaki Atomic
Exhibitions que circula pelo mundo e agora chega a Londrina. Ao recebê-la, a cidade de Londrina compartilha com Hiroshima e Nagasaki o seu apelo pela paz. A exposição foi trazida ao Brasil pela Associação Nagasaki Kenji do Brasil.

Museu Histórico de Londrina – Benjamin Constant, 900 – Centro (antiga Estação Ferroviária) – Informações (43) 3323-0082 e 3324-4641.

NOTÍCIA | GRUPO ESTUDA HISTÓRIA DOS SAMURAIS

Minamoto Yoritomo. retratado por  Yoshitoshi (1839-92).
Minamoto Yoritomo. retratado por Yoshitoshi (1839-92).

O núcleo de estudos Kojima, sediado no Departamento de História da Universidade Federal do Paraná, reinicia as atividades do semestre, dirigindo esforços para entender a história dos samurais no Japão.  O núcleo é coordenado pelo historiador Yuri Saleh Hichmeh e pelo advogado Eduardo Mesquita Pereira Alves.

O núcleo tem como objetivo estudar história, sociedade, cultura e temas correlatos ao Japão, para  discutir e divulgar  pesquisas já publicadas relacionadas ao país. As reuniões presenciais acontecem todas as quarta-feiras, a partir das 18 horas, na sala 609 da Reitoria (Edifício D.Pedro I). O grupo tem uma página no Facebook, onde os interessados também podem interagir para participar.

A  figura do guerreiro japonês é explorada em várias artes japonesas,  no teatro Nô, na literatura, no  mangá e no cinema. Além de serem exímios nas artes marciais, seguiam à risca um estrito código de honra.   O núcleo Kojima pretende estudar como os samurais passaram a ser cultuados, especialmente no Ocidente, como mitos românticos contemporâneos. A cada semana serão estudados guerreiros célebres em cada período histórico, como Minamoto Yoritomo, Ashikaga Yoshimasa, Omura Sumitada e Toyotomi Hideyoshi, entre outros. O programa do módulo está disponível aqui.

NOTÍCIA | PALESTRA SOBRE BOLSAS NO JP EM ASSIS

Luzes de Shibuya. Crédito: Japanologia.
Luzes de Shibuya. Crédito: Japanologia.

Nesta terça-feira (08), o vice-Cônsul do Japão em São Paulo, Yusuke Nakayama, faz duas palestras na Sala de Conferências do prédio I da Faculdade de Ciências e Letras da  Universidade Estadual Paulista (UNESP), de Assis : “Perspectivas Gerais das relações Brasil e Japão” e “Bolsas de Estudo MEXT”, a partir das 19h50 min às 21 h 30 min.

O diplomata explicará sobre as  bolsas disponíveis pelo  governo japonês, através do Consulado do Japão em São Paulo: bolsa de língua e cultura japonesa para graduandos do curso de Letras com habilitação em Japonês; pesquisa em pós-graduação, bolsa de pesquisa de dois anos ou um ano e meio (oferece a oportunidade de cursar mestrado e/ou doutorado, prorrogando a bolsa, caso venha a ser aprovado pela universidade); treinamento, no período de um ano e meio, para professores do ensino infantil, fundamental e médio; graduação, de cinco a sete anos, para estudantes formados no ensino médio; escola técnica superior para estudantes formados no ensino médio, com duração de quatro anos e curso profissionalizante, com duração de 3 anos, para estudantes formados no ensino médio.

Interessados em candidatar-se para as bolsas devem procurar  Regina Érika Shiino e Ayumi Ota, no Consulado Geral de São Paulo (Avenida  Paulista, 854   3º andar   –  São Paulo – SP ) ou fazer contato pelo telefone (11) 3254-0100 R.353  ou fax  (11) 3254-0126. Mais informações pelo site: http://www.sp.br.emb-japan.go.jp/pt/cultura/bolsa1.htm

NOTÍCIA | MÊS DA CULTURA JAPONESA EM CURITIBA

27noticiaimagem01Nesse mês de outubro, começa o evento Japão no Coração de Curitiba, promovido pelo Consulado do Japão em Curitiba, que inclui uma mostra de cinema japonês, uma exposição de ikebana e outra de bonsai. A mostra de cinema enfoca a obra de Mikio Naruse, e segue de hoje até o dia 16 , em sessões às 18h e 20h, na  Cinemateca de Curitiba. A exposição de ikebana e o concurso de bonsai acontecem de 11 a 13 de outubro, no Mercado Municipal de Curitiba; onde também acontece, no dia 12, um workshop de ikebana e uma palestra sobre bonsai,  às 10 e 13 horas.

MOSTRA MIKIO NARUSE

A mostra de cinema inclui 13 filmes de Mikio Naruse, rconhecido como mestre do cinema japonês a partir de 1950. Sua obra transporta para as telas o conceito estético de wabi sabi, a serenidade e a simplicidade, o refinamento do não elaborado, a austeridade que acompanha a pobreza.

Seu universo é  pessimista e irremediável, e os  personagens,  obrigados a aceitar passivamente o pouco que a vida  oferece, em que  a aspiração à felicidade é uma ilusão. Seu primeiro filme, “Chanbara Fuufu”,  de  1930, surpreendeu outro mestre do cinema japonês, Yasujiro Ozu. Em 30 anos de carreira, Naruse dirigiu 89 filmes.  (Veja aqui a programação e as sinopses).