NOTÍCIA | MURAKAMI CONTINUA MOVENDO MENTES

Capa da edição brasileira do segundo volume de 1Q84 .
Capa da edição brasileira do segundo volume de 1Q84 .

O mais novo livro de Haruki Murakami, O Descolorido Tsukuru Tasaki e o Ano de Sua Peregrinação já tem 10 mil reservas no Japão. O lançamento  está anunciado para esse mês. No Brasil, ainda estamos digerindo a trilogia 1q84. O  segundo volume foi lançado em março,  com tradução da professora de Literatura Japonesa Lica Hashimoto.

O fenômeno Murakami continua conquistando corações e mentes. Para a sua tradutora brasileira, o maior mérito do autor é estabelecer um pacto com um leitor, que o conduz ao universo da ficção:  “universo em que ‘a mentira possui o seu grau de veracidade’, no dizer de Mario Vargas-Lhosa em seu ensaio ‘La verdad de las mentiras’ (1996). A descrição cuidadosa do cotidiano e a maestria com que Murakami desenvolve o fluxo de consciência de seus personagens criam laços entre o leitor e o narrador de modo a aguçar a nossa curiosidade intelectual através do conhecimento da música, história, literatura, moda, culinária etc. Nesse sentido, pode-se dizer que o leitor compartilha a conscientização de que somos cidadãos do mundo, possibilitando o diálogo entre os homens aproximando-os num todo orgânico sem desmerecer suas particularidades.”

Sobre a obra que traduziu, Lica diz que “é uma narrativa que espontaneamente prepara o leitor a adentrar nas possíveis interpretações simbólicas – políticas, econômicas, sociais, metafísicas e psicanalíticas – que permeiam as relações entre o mundo objetivo e subjetivo. Há uma clara alusão de que a interdependência de todos os fenômenos é um dos ensinamentos mais úteis que a experiência e a observação da realidade nos têm ensinado. 1Q84 não é, portanto, um livro de leitura apressada e desatenta. Trata-se de uma obra em que o leitor será gradativamente conduzido a ver — com os olhos físicos, da mente e da alma — um ou mais significados, iluminados por sucessivas camadas de entendimento e denunciar o desencanto e a impotência do ser humano diante das injustiças do mundo contemporâneo. Uma reflexão sobre o poder da intangível ficção que se apropria da linguagem para transformar o mundo.”

O volume 2 de 1Q84 aprofunda a trama anunciada no  volume 1.  A assassina Aomame segue a missão de vingar mulheres que sofreram por abuso ou violência por seus companheiros e o ghost writer Tengo tem que lidar com as marcas de seu passado, que tem afinidades com Aomame.  Nesse livro, ambos se desligam de seus coadjuvantes – Aomame de Ayumi, que morre assassinada e Tengo, de sua namorada. Ficam, portanto, mais solitários. A  solidão é crucial para quase os levar a se encontrar. Mas o encontro esperado não acontece e fisicamente, surgem ou ressurgem outros parceiros/antagonistas  como misterioso Líder do Povo Pequenino e Fukaeri, a adolescente disléxica que escreveu a história do Povo Pequenino.

No fim do livro, fica a dúvida: Aomame é uma personagem criada por Tengo ? A pergunta só pode ser respondida no terceiro volume.

No Brasil, foram traduzidas as seguintes obras:

  • Do que eu falo quando eu falo de corrida [Hashiru koto ni tsuite kataru toki ni boku no kataru koto]. Rio de Janeiro: Alfaguara , 2010.  Tradução Cassio de Arantes Leite.
  • Após o anoitecer [Afutā Dāku, 2004]. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2009. Tradução do japonês Lica Hashimoto .
  • Minha querida Sputnik [スプートニクの恋人, Supūtoniku no koibito, 1999]. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2008. Tradução Ana Luiza Dantas Borges.  OBS: já esgotada, a primeira tiragem deste livro saiu em 2003, pela Objetiva.
  • Kafka à beira-mar [海辺のカフカ, Umibe no Kafuka, 2002]. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2008. Tradução do japonês Leiko Gotoda.
  • Norwegian Wood [ノルウェイの森, Noruwei no mori, 1987]. Rio de Janeiro: Alfaguara, 2008. Tradução do japonês Jefferson José Teixeira.  OBS: a primeira tiragem, também esgotada, saiu em 2005,  pelo selo Objetiva
  • Dance Dance Dance [ダンス・ダンス・ダンス, Dansu dansu dansu, 1988]. São Paulo: Estação Liberdade, 2005. Tradução do japonês Lica Hashimoto e Neide Hissae Nagae.
  • Caçando carneiros [羊をめぐる冒険, Hitsuji o meguru bōken, 1982]. São Paulo: Estação Liberdade, 2001. Tradução do japonês Leiko Gotoda. (MK)

Declarações de Lica Hashimoto extraídas do blogue Livros Abertos, de Camila Kehl.

 

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s