NOTICIA | USP APRESENTA MOSTRA DE ANIME

Crianças de todas as idades podem ver ou rever "Meu vizinho Totoro"

Está em férias em São Paulo e quer se divertir sem gastar muito ? De hoje até 09 de agosto a Universidade de São Paulo (USP) apresenta a 2ª MOSTRA ANIME  na sala “Paulo Emílio” do Cinusp. O legal é que os filmes  são gratuitos , graças ao apoio da Fundação Japão em São Paulo e da distribuidora Sony Pictures.

Com mais de 20 filmes, o festival tem como destaque seis  filmes do genial Hayao Miyazaki (nunca será excessivo rever seus filmes), e    Makoto Shinkai, Satoshi Kon, Hideki Anno, entre outros.

Anime (pronuncia-se “animê”) é uma abreviatura da palavra inglesa animation , os conhecidos  desenhos animados produzidos no Japão que ganharam o mundo através do trabalho de   Osamu Tezuka (o Maurício de Souza japonês), sendo influenciado pelos  mangás ( as histórias em quadrinhos japonesas). Abrangem  diversas técnicas a temas e histórias de vários  gêneros, do drama sério ao filme de horror, da fantasia infantil à comédia erótica.

Destaques

5 Centímetros por segundo: separações.

Um dos destaques é o  trabalho de Makoto Shinkai, que pode ser conferido nos premiados longas-metragens “5 Centímetros Por Segundo” e “O Lugar Prometido em Nossa Juventude”, marcados pelo  tom introspectivo e alusão às feridas de um Japão ainda mal cicatrizado da Segunda Grande Guerra.

Outro destaque é Hayao Miyazaki  vencedor do Oscar de Melhor Animação de Longa-metragem (A Viagem de Chihiro). Os fãs e terão oportunidade de ver uma saraivada de produções  do Estúdio Ghibli:  “Nausicaä do Vale do Vento”,  “Laputa: O Castelo no Céu”,  “Porco Rosso” , O Serviço de Entregas de Kiki”, Princesa Mononoke” e “Meu Vizinho Totoro”. Usualmente Miyazaki  refere-se a um Japão mítico, bucólico e utópico: garotas como heroínas, criaturas fantásticas, comunidades cooperativas, florestas, perseguições e o choque entre o ultrarrealismo e o surrea.

"Tokyo Godfathers" é uma fábula cristã no Japão.

A mostra também retoma o trabalho de outros dois animadores renomados.  “Tokyo Godfathers”, de  Satoshi Kon (Paprika, Perfect Blue, Millennium Actress), falecido em agosto de 2010, aborda  uma fábula cristã em terras nipônicas, tendo como protagonistas  três mendigos: uma ex-drag queen, um antigo ciclista alcoólatra e uma adolescente fugitiva, forçados a cuidar de um bebê que encontram na rua. Kon também é o roteirista de um dos capítulos de “Memories”, filme dividido em três partes que conta com a colaboração de outro nome fundamental do anime, o Katsuhiro Otomo, diretor do clássico Akira.

A ficção-científica, um dos subgêneros mais populares do anime, também marca presença com  “Evangelion 1.11″ e “Evangelion 2.22, dois longas-metragens de uma tetralogia baseada no mangá e na série de televisãoNeon Genesis Evangelion, um dos melhores e mais importantes seriados de animação de todos os tempos. Os filmes têm como tema o apocalipse  – Deus envia “anjos” gigantes para dizimar a raça humana e pertencem a uma vertente denominada “mecha”, caracterizada por tramas que giram em torno de robôs gigantes e suas batalhas.

Já , “Jin-Roh”, filme baseado em um mangá homônimo de Mamuro Oshii (Ghost in the Shell), trata das crises existenciais de um soldado cercado pelo terrorismo, revoltas populares e organizações paramilitares de um mundo totalitário e claustrofóbico, em que a Alemanha nazista venceu a Segunda Guerra Mundial.

Artesanal e tecnológico

Técnicas  “artesanais” de animação ganham destaque no programa especial de curtas-metragens composto por obras de dois animadores ainda desconhecidos do grande público: Kihachiro Kawamoto e Naoyuki Tsuji.  Kawamoto faz um uso  da técnica de animação conhecida como stop-motion, valendo-se de bonecos e objetos inspirados no tradicional teatro de marionetes Bunraku. , Kawamoto desenvolve um trabalho marcado pela fusão do stop-motion com elementos da cultura tradicional japonesa, como o budismo, as antigas lendas, o Haikai, o teatro  e o Kabuki.

Naoyuki Tsuji, por sua vez, anima seus desenhos de traço simples feitos à mão com carvão vegetal. Utilizando uma única folha de papel, ele trabalha suas imagens apagando-as e as redesenhando, deixando resquícios das cenas anteriores sob as novas, conferindo assim um aspecto “sujo” e incomum à sua produção. Sua técnica singular faz emergir de seus filmes uma cosmogonia organicamente sombria e perturbadora, apesar da aparência infantil.

Tanto Kawamoto quanto Tsuji apostam em uma estética muito mais radical, incomum e sombria do que a dos animes “tradicionais”, ampliando o leque de estilos representados nesta segunda edição da MOSTRA ANIME.

Serviço

2ª MOSTRA ANIME
Até  04 de agosto de 2012

Horário:
16h e 19h, de segunda a sexta

Local:
Sala “Paulo Emílio” do CINUSP
Rua do Anfiteatro, 181
Colméia – Favo 04 (sala de exibição)
Cidade Universitária
São Paulo – SP
Tel: (11) 3091-3540, das 09h às 17h

Entrada Franca

Realização:Cinusp e Apoio:Fundação Japão e Sony Picture

Programação e sinopses em

www.usp.br/cinusp

www.fjsp.org.br

www.sonypictures.com.br

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s